Voltar

Fundação SM apoia Academia de Líderes Ubuntu

17 de dezembro de 2021 Ouvir o texto

Na primeira edição digital do “Ubuntu United Nations”, com jovens de 190 países membos das Nações Unidas, quatro brasileiros integram a delegação.

Em 2021, a Fundação SM, em conjunto com a Fundação Tomillo e em colaboração com o Instituto Padre António Vieira de Portugal (IPAV), firmou uma parceria com a Academia de Líderes Ubuntu para promover o desenvolvimento da metodologia Ubuntu na Espanha e nos demais países da América Latina onde está presente, incluindo o Brasil.

No próximo dia 19 de dezembro será o encerramento da primeira edição digital do Ubuntu United Nations (UNN), que teve como tema central “Construir pontes: jovens pela unidade na diversidade”. Entre os 600 jovens selecionados de 190 países, quatro são brasileiros: Anderson Pereira, Natália Cócolo, Thaise Temoteo e Vitoria Galvão.

A Ubuntu United Nations é uma plataforma inovadora e global que ambiciona reunir jovens líderes de 190 países com assento nas Nações Unidas e incentivá-los a debater alguns dos problemas mais desafiantes da humanidade, envolvendo-os na promoção dos Direitos Humanos, Justiça Social e Desenvolvimento Sustentável, encabeçando a filosofia Ubuntu como forma de vida na sociedade pós-moderna.

Depois de analisar mais de 4 mil candidaturas, o júri da UUN selecionou cerca de 600 participantes de todo o mundo. Esses “delegados” farão assim parte desta nova geração de agentes de mudança, reforçando o seu compromisso Ubuntu e fomentando a democracia, o desenvolvimento comunitário e a paz.

O programa possui 25 horas de formação, distribuídas em cinco encontros online, e contou com a participação dos Prêmios Nobel da Paz, nomeadamente, Muhammad Yunus, Kaylash Satyarthi e Leymah Gbowee, entre outras personalidades internacionais. A diretora global da Fundação SM, Mayte Ortiz, marcou presença no evento de abertura.

A Fundação SM e a filosofia Ubuntu compartilham os pilares fundamentais (autoconhecimento, autoconfiança, resiliência, empatia e serviço) que constituem uma ética baseada no cuidado de si, da comunidade e o planeta.

Conheça a delegação brasileira da Ubuntu United Nations

Anderson Pereira é CEO da Universia Brasil, a empresa global de educação do Grupo Santander. Foi eleito pela Forbes como um dos jovens líderes mais influentes do Brasil antes dos 30 anos e entrou para o Guinness World Records por ter realizado a maior aula de biologia do mundo, no festival Preparadão Universia. É Diretor do Departamento DEMPI-Acelera FIESP, além de membro do LIDE Futuro e do Fórum Econômico Mundial como um Global Shaper.

Natália Cócolo é co-fundadora da Sustentabilize-se, é especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental e atua como organizadora licenciada do TEDxSavassi. Entusiasta pelos ODS tem o objetivo de acelerar o desenvolvimento local pautado na Agenda 2030. Natalia é ativista na luta contra a mudança climática global e defende um modelo de desenvolvimento econômico sustentável, através das redes Engajamundo, Global Shapers, Climate Reality Leaders – CRL e United People Global – UPG.

Thaise Temoteo realiza ações voltadas para jovens e para promoção da diversidade e inclusão na indústria de óleo e gás. No Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), aproxima estudantes e jovens profissionais da indústria de energia, além de buscar contribuir com a inserção de jovens no mercado de trabalho. É formada em Jornalismo (UFF), com pós em Gestão de Marketing e Estratégias Digitais (Ibmec), possui Formação em Impacto Social (Instituto Amani/Gera Social), e é Liderança Sustentável pela United People Global (UPGSL ‘21).

Vitoria Galvão é uma jovem trans afroindigena, da periferia de Manaus (AM), onde descobriu no ativismo e na organização comunitária formas de construir justiça social. Atua na intersecção dos direitos humanos, inovação social e tecnologias. Atualmente, é ativista climática no Muvuca, programa de ativismo climático na região amazônica. Estudou Políticas Públicas e Desenvolvimento Rural na UFRGS e compõe redes de ativismo e liderança como o Global Shapers e Women Deliver.

O que significa Ubuntu?

A filosofia Ubuntu – Eu Sou porque Tu és” – enfatiza uma forma de humanismo que se concretiza na máxima “Só podemos ser Pessoa, através das outras Pessoas”, reconhecendo que todos os seres humanos estão interligados e que é vital proteger valores (dignidade humana, justiça social, compaixão, solidariedade, entre outros), com fim a promover a coexistência pacífica. Ser Ubuntu depende da necessidade de cuidarmos de nós, de quem nos rodeias e do meio ambiente que nos envolve.

A Ubuntu United Nations conta com a parceria institucional da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, a Organização de Estados Ibero-Americanos, do Clube de Madrid, do Instituto de Cooperação e Língua – Camões e dos Programas Interculturais AFS. Conta ainda com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, o Alto Comissariado para as Migrações, a Fundação Tomillo, a Fundação SM, o Colégio Luso Internacional de Braga e o Conselho Nacional de Juventude de Portugal.

Vem aí o 15º SIEI

Matéria 20/01/2022

Durante três dias, especialistas internacionais compartilharão reflexões e análises sobre educação para a cidadania global por meio de uma abordagem solidária e humanista. Dias 16, 17 e 18 de março de 2022. Totalmente online e gratuito.

Saiba mais

Por um 2022 com esperança

Matéria 20/12/2021

Encerramos 2021 desejando que em 2022 pratiquemos o esperançar: que estejamos juntos, juntas e juntes em prol de uma educação de qualidade para todas as crianças e jovens, pois juntos cuidamos da Educação.

Saiba mais

Fundação SM e OEI anunciam vencedores nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 14/12/2021

Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de São Paulo, vence com o projeto Aula Pública e os novos desafios com a pandemia da Covid-19, enquanto o Projeto UniFavela – semeando o ensino popular, da Associação Social UniFavela, do Rio de Janeiro, foi o vencedor na educação informal.

Saiba mais

Conheça os finalistas nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 13/12/2021

Este ano, o Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero recebeu 71 inscrições de instituições de ensino e de organizações da sociedade civil que desenvolveram projetos com foco na garantia do direito à saúde na sala de aula.

Saiba mais

Fundação SM publicará relatório da Unesco “Os futuros da educação” em português e espanhol

Matéria 29/11/2021

O relatório da Comissão Internacional sobre os "Futuros da Educação: Re-imaginando juntos nossos futuros: um novo contrato social para a educação" convida governos e cidadãos do mundo a forjar uma nova visão, regida por princípios como o reforço da educação como bem público e comum.

Saiba mais

Ver mais notícias