Voltar

Anuário ibero-americano do livro infantil e juvenil

4 de julho de 2018 Ouvir o texto

Esta nova edição do Anuário ibero-americano do livro infantil e juvenil, publicada pela Fundação SM, chega em boa hora para o campo da produção literária brasileira. Representa uma oportunidade para olhar a realidade constituída no biênio 2015-2016, avaliar ganhos e perdas e traçar novas rotas para os próximos anos. 

Nesse sentido, a análise desenvolvida pelo professor João Luís Ceccantini sobre o cenário da literatura infantil e juvenil no Brasil é preciosa. O título do artigo, “Contra vento e maré: a literatura infantil e juvenil no biênio 2015-2016”, já deixa entrever que, apesar de o período não ter sido dos mais profícuos para o mercado editorial, a literatura infantil e juvenil ainda resiste, pulsando na contramão de contextos e prognósticos desfavoráveis. 

Ceccantini apresenta o cenário brasileiro de crises políticas e econômicas que acabou por impactar diretamente o setor editorial, ocasionando o desmonte de políticas públicas voltadas para a promoção do livro e da leitura, a retração expressiva do mercado e o “enfraquecimento da bibliodiversidade”. 

A retrospectiva também lança luz sobre eventos, premiações, pesquisas, títulos e autores desse universo. Com base na amostragem apresentada, conseguimos observar o perfil da produção literária do biênio, numa radiografia que aponta o amadurecimento da LIJ no Brasil. 

A Fundação SM se orgulha de acompanhar e participar de perto desse processo de maturação. No Brasil, além do Prêmio Barco a Vapor, desenvolvemos o Myra, programa que promove encontros de leitura, em que um voluntário lê com uma criança, estabelecendo diversos diálogos entre texto, livros e vivências. Também apoiamos projetos de parceiros, como o Movimento por um Brasil Literário e a Flipinha, desdobramento da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty, realizada anualmente) voltado ao público infantil. 

Acreditamos no potencial transformador do texto literário. Para a Fundação SM, a literatura infantil e juvenil possibilita o acesso a diversas perspectivas sobre a vida e a construção do imaginário, além de configurar um importante caminho para o exercício da alteridade. 

Além de permitir diversos olhares sobre a produção literária ibero-americana, o Anuário marca as comemorações dos quarenta anos da Fundação SM. É tempo de refletir, de reinventar e também de agradecer. O nosso muito obrigado a todos que caminham conosco, buscando incansavelmente garantir o acesso de crianças e jovens à leitura literária. 

Pilar Lacerda 

Diretora da Fundação SM Brasil 

A seguir, acesse o Anuário ibero-americano do livro infantil e juvenil e confira os dados sobre o biênio 2015-2016: 190197_anuario_LIJ_brasil_baja

Programa Myra promove bate-papos online

Matéria 18/06/2020

Conversas online reuniram diferentes especialistas, bem como as diretoras das escolas públicas parceiras do Programa também foram convidadas para participar de discussões em torno do universo da leitura.

Saiba mais

6º SIEI terá mais dois encontros online

Matéria 17/06/2020

Encontro de junho discutirá a "Docência em tempos de pandemia" e o encontro de julho será sobre "A volta às aulas pós-pandemia".

Saiba mais

Coleção Barco a Vapor está disponível para download

Matéria 17/06/2020

As 15 obras literárias infantis e juvenis vencedoras do Prêmio Barco a Vapor estão disponíveis na íntegra e gratuitamente para download.

Saiba mais

Confira como foi o primeiro SIEI totalmente online

Matéria 17/06/2020

O evento contou com depoimentos gravados de estudantes, familiares, professores e gestores escolares, de diferentes lugares do Brasil e debateu sobre como ensinar e aprender neste período de pandemia: qual o papel da educação integral?

Saiba mais

O mundo sitiado?

Matéria 12/06/2020

"O mundo de ponta-cabeça?" é um conto que nasceu como uma explicação para crianças abaixo dos sete anos, que transmite uma mensagem de esperança a pessoas de todas as idades: o amor nos manterá de pé.

Saiba mais

Ver mais notícias