Voltar

Projeto promove apoio emocional para educadores

21 de julho de 2020 Ouvir o texto

Durante a pandemia de Covid-19 e o fechamento das escolas como medida para conter a disseminação do coronavírus, os educadores foram diretamente impactados, pois tiveram que adaptar a forma de trabalhar para o modelo online sem qualquer formação prévia e tendo que conciliar com as demais demandas geradas pelo isolamento social.

Além de lidar com as próprias angústias neste momento de indefinições, o educador também conhece as vulnerabilidades e angústias de seus estudantes. Para ajuda-los nessa questão, o Quero na Escola e a Fundação SM lançaram o projeto Apoio Emocional, que reúne psicólogos e psicoterapeutas para oferecer atendimento voluntário, gratuito e online para educadores da rede pública que queiram uma escuta profissional para lidar com as suas aflições.

O principal objetivo dessa iniciativa é reconhecer o esforço das professoras e professores e valorizar a saúde emocional como necessidade para a educação no contexto da pandemia.

“Eu tinha aluna pra ganhar bebê, outra que passa necessidade e nem temos os contatos deles”, comenta uma professora. “Tenho aluno com ansiedades cada vez maiores, que me mandam mensagens até de madrugada e não sei como lidar”, coloca outro educador do grupo ouvido pela Quero na Escola.

A diretora da Fundação SM, Pilar Lacerda, enfatiza que a pandemia provocou uma grande ruptura em toda lógica de funcionamento do sistema escolar. “Crianças, adolescentes, jovens, suas famílias, mas principalmente os educadores, sofreram uma imensa transformação em suas rotinas, hábitos e maneiras de trabalhar. Muitos educadores têm reclamado de angústia, cansaço, solidão. Toda a comunidade escolar anda precisando de apoio e escuta”.

Os educadores que desejam pedir uma escuta para si podem se inscrever pelo site do Apoio Emocional. Além de consulta/ escuta, o educador também pode solicitar uma roda online com os alunos, uma aula sobre como abordar o tema ou o que acharem que precisam.

Já psicólogos e psicoterapeutas que desejam colaborar tornando-se voluntários também podem fazê-lo pelo site do projeto.

“Os professores não ganharam matéria em jornal e nem aplausos porque não são considerados “linha de frente” como profissionais da saúde, mas são a retaguarda fundamental e precisam de apoio”, comenta Cinthia Rodrigues, cofundadora do Quero na Escola.

Mais informações: https://queronaescola.com.br/apoioemocional/

Fundação SM lança programa de Educação para Cidadania Global

Matéria 22/10/2020

Fundação SM trabalha com as escolas para construir uma educação mais global, mais solidária, mais humana e mais inclusiva

Saiba mais

Fundação SM apoia programa de formação em Educação Integral na Bahia

Matéria 21/10/2020

Mais de 700 profissionais de educação do estado da Bahia começaram a participar de um programa de Formação em Fundamentos e Práticas da Educação Integral.

Saiba mais

Fundação SM apoia projeto em prol da alfabetização

Matéria 07/10/2020

“Um sonho feito de linhas” é uma obra inspirada nas histórias de mulheres reais e faz parte de movimento pela alfabetização de todas as crianças até os 7 anos de idade.

Saiba mais

Apoio Emocional terá webinários na semana dos professores

Matéria 06/10/2020

As convidadas são professoras e psicólogas que ouviram professoras sobre os problemas vividos nestes últimos meses, dentro do projeto Apoio Emocional. Dias 13 e 15 de outubro, às 17h.

Saiba mais

Yolanda Reyes vence 16ª Prêmio Ibero-americano SM de Literatura Infantojuvenil

Matéria 28/09/2020

A escritora colombiana Yolanda Reyes é reconhecida por sua trajetória no mundo da literatura infantojuvenil e recebe prêmio de 30 mil dólares.

Saiba mais

Ver mais notícias