Voltar

Confira como foi o primeiro SIEI totalmente online

17 de junho de 2020 Ouvir o texto

Pela primeira vez desde que chegou ao Brasil, em 2015, a 6ª edição do Seminário Internacional de Educação Integral foi totalmente online, em virtude das medidas de isolamento social adotadas em todo o país para diminuir os riscos de transmissão da Covid-19. Com o tema “Como ensinar e aprender neste período de pandemia: qual o papel da educação integral?”, o debate foi transmitido ao vivo no dia 19 de maio nos perfis das redes sociais da Fundação SM.

Para aqueles que não puderam acompanhar no dia, a gravação completa está disponível abaixo.

Com mediação de Pilar Lacerda, diretora da Fundação SM, e participação das convidadas Tereza Perez, diretora-presidente da Comunidade Educativa CEDAC; Natacha Costa, diretora da Associação Cidade Escola Aprendiz; e Anna Helena Altenfelder, presidente do conselho de administração do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, o evento contou ainda com depoimentos de estudantes, familiares, professores e gestores escolares, de diferentes lugares do Brasil, sobre como a crise tem afetado a rotina educacional no país.

O debate focou em três questões principais:

  • Como você está se sentindo em relação à quarentena?
  • O que está funcionando e o que não está nas propostas das suas secretarias e escola nesse período?
  • O que você gostaria que se mantivesse na sua escola depois desse período?

A partir das respostas enviadas por vídeo a essas perguntas – e das perguntas enviadas ao vivo durante a transmissão -, as convidadas deram andamento à discussão. Para elas, tão importante quanto elaborar conteúdos para trabalhar a distância com os estudantes, o momento pede que haja um acolhimento desses alunos, de suas famílias e dos professores.

Também foram abordadas as angústias da sociedade brasileira durante a pandemia, a importância do acesso à tecnologia como recurso que possibilita a continuidade da aprendizagem, o crescimento do senso coletivo de colaboração envolvendo toda a comunidade escolar e a possibilidade de novas descobertas e reinvenção do ensino-aprendizagem.

“Nesse momento terrível, estamos aprendendo a fazer diferente”, reflete Pilar. “Somos capazes de aprender e inovar. É hora de levar isso para a escola, para experimentarmos e produzirmos novos conhecimentos”.

O 6º SIEI é uma iniciativa da Fundação SM e conta com a parceria de Instituto Alana, Comunidade Educativa CEDAC, CENPEC, CIEDS, Centro de Referência em Educação Integral, Fundação Roberto Marinho/Futura, Instituto Rodrigo Mendes, Instituto Tomie Ohtake, SESC e SM Educação.

Vem aí o 15º SIEI

Matéria 20/01/2022

Durante três dias, especialistas internacionais compartilharão reflexões e análises sobre educação para a cidadania global por meio de uma abordagem solidária e humanista. Dias 16, 17 e 18 de março de 2022. Totalmente online e gratuito.

Saiba mais

Por um 2022 com esperança

Matéria 20/12/2021

Encerramos 2021 desejando que em 2022 pratiquemos o esperançar: que estejamos juntos, juntas e juntes em prol de uma educação de qualidade para todas as crianças e jovens, pois juntos cuidamos da Educação.

Saiba mais

Fundação SM apoia Academia de Líderes Ubuntu

Matéria 17/12/2021

Na primeira edição digital do Ubuntu United Nations, com tema “Construir pontes: jovens pela unidade na diversidade”, entre os 600 jovens selecionados de 190 países, quatro são brasileiros: Anderson Pereira, Natália Cócolo, Thaise Temoteo e Vitoria Galvão.

Saiba mais

Fundação SM e OEI anunciam vencedores nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 14/12/2021

Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de São Paulo, vence com o projeto Aula Pública e os novos desafios com a pandemia da Covid-19, enquanto o Projeto UniFavela – semeando o ensino popular, da Associação Social UniFavela, do Rio de Janeiro, foi o vencedor na educação informal.

Saiba mais

Conheça os finalistas nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 13/12/2021

Este ano, o Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero recebeu 71 inscrições de instituições de ensino e de organizações da sociedade civil que desenvolveram projetos com foco na garantia do direito à saúde na sala de aula.

Saiba mais

Ver mais notícias