Voltar

Conheça os dez finalistas do 13º Prêmio Barco a Vapor

30 de junho de 2017 Ouvir o texto

“A literatura humaniza em sentido profundo, porque faz viver”. Do legado deixado pelo crítico literário Antonio Candido, talvez o conceito de direito à literatura destaque-se pela profunda mudança de paradigma que propõe, colocando a literatura no rol das condições essenciais à vida. Entre outras questões, a humanização está na possibilidade, criada pela narrativa, de vivenciar a experiência do outro. A literatura permite ver e escutar o outro, viver suas angústias e desejos, colocar-se a partir de um ponto de vista diferente, desautomatizar e rever posturas e pensamentos solidificados. Possibilita, ainda, o exercício da imaginação, tão necessário para a disrupção e ampliação de horizontes. Esses são alguns dos pontos que respondem à questão sobre por que incentivar a leitura literária entre crianças e jovens. A partir da literatura, os pequenos podem conhecer um pouco mais da vida, percebendo, desde cedo, que esta não se resume às necessidades individuais.

É por isso que comemoramos os mais de 1.300 originais encaminhados ao 13º Prêmio Barco a Vapor de Literatura Infantil e Juvenil, uma iniciativa promovida pela Fundação SM, em parceria com a Edições SM, que tem como objetivo “estimular a produção literária nacional e aproximar as crianças e os jovens da literatura”. Se depender dos autores, o que não vai faltar é história para que crianças e jovens exercitem bastante a inventividade. “Recebemos uma leva de originais rica no âmbito da novela e do romance, com recriações livres de contos de fadas, literatura de fantasia, etc. Quanto aos temas, chama a atenção o boom de assuntos contundentes, de cunho sociopolítico e ético. Entre eles, histórias de imigrantes e refugiados, de desastres ambientais, de não pertencimento ou exclusão, de discriminação e de preconceito”, conta a Editora Executiva de Literatura e Informativos da Edições SM, Graziela Ribeiro dos Santos.

As dez obras finalistas do Prêmio, que revelamos a seguir, passaram pelo crivo de um júri formado por especialistas em literatura. Segundo Santos, os principais critérios adotados para nortear a escolha dos textos finalistas foram “originalidade na abordagem do tema, apuro estilístico e formal, coerência narrativa e adequação do texto ao público visado (infantil ou juvenil)”.

Premiação

Além de ter seu original publicado no selo da Coleção Barco a Vapor, o vencedor do 13º Prêmio Barco a Vapor de Literatura Infantil e Juvenil receberá um adiantamento, a título de direitos autorais, no valor de R$ 40 mil.

Conheça os finalistas!

 

finalistas

Para mais informações, acesse o novo site do Prêmio Barco a Vapor.

Educação para a cidadania global como vetor de transformação da escola

Matéria 27/08/2021

O futuro das novas gerações só pode ser abordado a partir de uma comunidade unida por um forte tecido social. Nesse contexto, a educação deve ser uma responsabilidade compartilhada e deve ter um compromisso transformador.

Saiba mais

7º SIEI: O direito à Educação em tempos de pandemia

Matéria 06/08/2021

Dividido em três encontros online, com debates na parte da manhã e oficinas à tarde, o seminário coloca em diálogo profissionais de referência das áreas da Educação, Saúde e Desenvolvimento Social para debaterem sobre a atuação intersetorial no enfrentamento dos impactos da pandemia nas comunidades escolares, sobre políticas públicas e a garantia da aprendizagem e sobre o clima escolar e a saúde emocional de profissionais, estudantes e famílias em contexto de crise.

Saiba mais

Gerald Vergara vence 12º Catálogo Ibero-Americano de ilustração

Matéria 28/07/2021

O ilustrador venezuelano Gerald José Espinoza Vergara foi o vencedor da 12ª edição do Catálogo Ibero-América Ilustra. Cinco ilustradoras brasileiras também terão seus trabalhos integrados na edição de 2021 do Catálogo.

Saiba mais

Geovany Hércules vence o Prêmio Barco a Vapor 2021

Matéria 26/07/2021

Obra do escritor e humorista Geovany Hércules retrata o dia a dia e os desafios de um grupo de jovens que vivem no Grajaú, na periferia de São Paulo.

Saiba mais

Novos Pontos Myra vão apoiar formação leitora em comunidade

Matéria 16/07/2021

Instituições de oito municípios se inscreveram para participar do processo seletivo de novos Pontos Myra, realizado por edital. Dessas, duas - uma de Goiás e outra da Bahia - foram selecionadas pela Fundação SM e Comunidade Educativa CEDAC, que estão juntas desde a criação do Myra.

Saiba mais

Ver mais notícias