Voltar

Conheça os vencedores do III Prêmio de Educação em Direitos Humanos

9 de outubro de 2019 Ouvir o texto

A etapa nacional do III Prêmio Internacional de Educação em Direitos Humanos Óscar Arnulfojá tem dois vencedores: o projeto Mãos que falam, do Professor Rudinei Albane, do Centro de Educação Infantil Municipal Aquarela de Chapecó (SC), na categoria Educação Formal; e a TV INES, na categoria Organizações da Sociedade Civil (OSC). A cerimônia de premiação aconteceu hoje (09), em Brasília.

Realizada pela Fundação SM e a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura – OEI, com o apoiodo Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed ,da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – Undimee da Secretaria Nacional de Proteção Global, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a premiação tem como objetivo incentivar experiências educativas que ajudem a construir uma nova percepção de mundo, no que diz respeito à diversidade, à convivência pacífica e ao exercício da liberdade.

Os vencedores participarão da etapa internacional, que acontecerá no México, no final de novembro.

 

Conheça os vencedores:

 Categoria A – Educação Formal

Projeto: Mãos que falam.

Cidade: Chapecó (SC)

Idealizado pelo Professor Rudinei Albane, do Centro de Educação Infantil Municipal Aquarela de Chapecó (SC), o projeto, que trabalha a inclusão no universo da educação infantil, na escola pública, tornou-se uma referência no município.

 

Categoria B – Organizações da Sociedade Civil e de Educação não Formal

Projeto: TV INES

Cidade: Rio de Janeiro (RJ)

Resultado de uma parceria entre a Organização Roquette Pinto Comunicação Educativa e o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), a TV INES é a primeira TV da América Latina e única do Brasil a produzir programação educativa com foco em deficientes auditivos.

Vem aí o 15º SIEI

Matéria 20/01/2022

Durante três dias, especialistas internacionais compartilharão reflexões e análises sobre educação para a cidadania global por meio de uma abordagem solidária e humanista. Dias 16, 17 e 18 de março de 2022. Totalmente online e gratuito.

Saiba mais

Por um 2022 com esperança

Matéria 20/12/2021

Encerramos 2021 desejando que em 2022 pratiquemos o esperançar: que estejamos juntos, juntas e juntes em prol de uma educação de qualidade para todas as crianças e jovens, pois juntos cuidamos da Educação.

Saiba mais

Fundação SM apoia Academia de Líderes Ubuntu

Matéria 17/12/2021

Na primeira edição digital do Ubuntu United Nations, com tema “Construir pontes: jovens pela unidade na diversidade”, entre os 600 jovens selecionados de 190 países, quatro são brasileiros: Anderson Pereira, Natália Cócolo, Thaise Temoteo e Vitoria Galvão.

Saiba mais

Fundação SM e OEI anunciam vencedores nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 14/12/2021

Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de São Paulo, vence com o projeto Aula Pública e os novos desafios com a pandemia da Covid-19, enquanto o Projeto UniFavela – semeando o ensino popular, da Associação Social UniFavela, do Rio de Janeiro, foi o vencedor na educação informal.

Saiba mais

Conheça os finalistas nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 13/12/2021

Este ano, o Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero recebeu 71 inscrições de instituições de ensino e de organizações da sociedade civil que desenvolveram projetos com foco na garantia do direito à saúde na sala de aula.

Saiba mais

Ver mais notícias