Voltar

Conheça os vencedores do III Prêmio de Educação em Direitos Humanos

9 de outubro de 2019 Ouvir o texto

A etapa nacional do III Prêmio Internacional de Educação em Direitos Humanos Óscar Arnulfojá tem dois vencedores: o projeto Mãos que falam, do Professor Rudinei Albane, do Centro de Educação Infantil Municipal Aquarela de Chapecó (SC), na categoria Educação Formal; e a TV INES, na categoria Organizações da Sociedade Civil (OSC). A cerimônia de premiação aconteceu hoje (09), em Brasília.

Realizada pela Fundação SM e a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura – OEI, com o apoiodo Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed ,da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – Undimee da Secretaria Nacional de Proteção Global, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a premiação tem como objetivo incentivar experiências educativas que ajudem a construir uma nova percepção de mundo, no que diz respeito à diversidade, à convivência pacífica e ao exercício da liberdade.

Os vencedores participarão da etapa internacional, que acontecerá no México, no final de novembro.

 

Conheça os vencedores:

 Categoria A – Educação Formal

Projeto: Mãos que falam.

Cidade: Chapecó (SC)

Idealizado pelo Professor Rudinei Albane, do Centro de Educação Infantil Municipal Aquarela de Chapecó (SC), o projeto, que trabalha a inclusão no universo da educação infantil, na escola pública, tornou-se uma referência no município.

 

Categoria B – Organizações da Sociedade Civil e de Educação não Formal

Projeto: TV INES

Cidade: Rio de Janeiro (RJ)

Resultado de uma parceria entre a Organização Roquette Pinto Comunicação Educativa e o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), a TV INES é a primeira TV da América Latina e única do Brasil a produzir programação educativa com foco em deficientes auditivos.

A perspectiva ecossocial na educação para a cidadania global

Matéria 25/02/2021

Estamos diante de um grande desafio educacional: a construção de uma cidadania bem informada cientificamente para romper com a ignorância proposital e a indiferença geral.

Saiba mais

Uma escola relacional para construir a Cidadania global

Matéria 04/02/2021

As escolas são um entorno que vão além do lugar onde ocorrem os processos cognitivos de educação, são também o habitat no qual é estabelecido um grande número de relações e são geradas incontáveis emoções que devemos educar e levar em conta na construção da cidadania global.

Saiba mais

Vem aí o Prêmio Ibero-americano SM de Literatura Infantil e Juvenil

Matéria 19/01/2021

A premiação reconhece autores com obras em formato de ficção, poesia, drama ou livro álbum, escritos em espanhol ou português, que sejam considerados muito relevantes para a literatura infantojuvenil.

Saiba mais

Cidadania Global: Desenvolvimento das Competências Globais

Matéria 13/01/2021

É urgente incorporar o desenvolvimento das competências globais nas escolas uma vez que elas são um dos pilares da escola do futuro.

Saiba mais

Sigamos juntos em 2021

Matéria 17/12/2020

2020 nos exigiu coragem. Coragem para nos reinventarmos em meio a tantas mudanças, para ajustarmos os projetos e aprendermos novas formas de nos relacionarmos. Agora que aprendemos a sobreviver a uma pandemia, levaremos para 2021 a resiliência e a coragem.  Vamos juntos?

Saiba mais

Ver mais notícias