Voltar

Fundação SM doa 3 mil livros para compor cestas básicas

14 de maio de 2020 Ouvir o texto

Promover e valorizar a leitura é um dos pilares da Fundação SM. Durante a pandemia provocada pela Covid-19, com atividades em grupo suspensas e espaços de leitura fechados, a saída encontrada foi juntar-se a instituições que estão se mobilizando para atender famílias em situação de vulnerabilidade com itens de primeira necessidade e contribuir com um livro.

Aproximadamente 3 mil exemplares de “O Vento de Oalab”, escrito por João Luiz Guimarães e vencedor da 11ª edição do Prêmio Barco a Vapor, ganharam novos lares, junto com cestas básicas e kits de higiene.

Entre as iniciativas com as quais a Fundação se juntou estão:

O Ibeac (Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário), que atende famílias da região de Parelheiros, na zona sul da capital paulista;

O Projeto Palco, que executa projetos com escolas estaduais e distribui cestas básicas para famílias em vulnerabilidade em diferentes regiões de São Paulo;

O Acorde, que atende famílias na região de Embu;

E o Instituto Acaia, que auxilia crianças nas favelas do Nove, da Linha e do Conjunto Habitacional Cingapura Madeirite, próximos ao Ceagesp, na zona oeste de São Paulo.

Vem aí o 15º SIEI

Matéria 20/01/2022

Durante três dias, especialistas internacionais compartilharão reflexões e análises sobre educação para a cidadania global por meio de uma abordagem solidária e humanista. Dias 16, 17 e 18 de março de 2022. Totalmente online e gratuito.

Saiba mais

Por um 2022 com esperança

Matéria 20/12/2021

Encerramos 2021 desejando que em 2022 pratiquemos o esperançar: que estejamos juntos, juntas e juntes em prol de uma educação de qualidade para todas as crianças e jovens, pois juntos cuidamos da Educação.

Saiba mais

Fundação SM apoia Academia de Líderes Ubuntu

Matéria 17/12/2021

Na primeira edição digital do Ubuntu United Nations, com tema “Construir pontes: jovens pela unidade na diversidade”, entre os 600 jovens selecionados de 190 países, quatro são brasileiros: Anderson Pereira, Natália Cócolo, Thaise Temoteo e Vitoria Galvão.

Saiba mais

Fundação SM e OEI anunciam vencedores nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 14/12/2021

Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de São Paulo, vence com o projeto Aula Pública e os novos desafios com a pandemia da Covid-19, enquanto o Projeto UniFavela – semeando o ensino popular, da Associação Social UniFavela, do Rio de Janeiro, foi o vencedor na educação informal.

Saiba mais

Conheça os finalistas nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 13/12/2021

Este ano, o Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero recebeu 71 inscrições de instituições de ensino e de organizações da sociedade civil que desenvolveram projetos com foco na garantia do direito à saúde na sala de aula.

Saiba mais

Ver mais notícias