Voltar

Fundação SM recebe prêmio na União Europeia com projeto de valorização de patrimônio

27 de maio de 2021 Ouvir o texto

A Fundação SM recebeu o Prêmio Patrimônio Europeu/ Prêmio Europa Nostra 2021, concedido pela União Europeia, com o projeto “Centros de Patrimônio – Heritage Hubs”, realizado em parceria com a Fundação San Millán e o Colégio Amorós, entre outras instituições. A iniciativa venceu na categoria ‘Educação, Formação e conscientização’. No total, a premiação reconheceu 24 projetos de 18 países europeus.

O “Heritage Hubs” foi liderado na Espanha pela Fundação San Millán de la Cogolla, em parceria com a Fundação SM, com a Associação de Educação do Patrimônio Cultural da Finlândia, o Centro de Desenvolvimento Urbano da Sérvia e a VITECO, empresa italiana especializada em e-learning.

A Fundação San Millán também convidou para participar do projeto duas escolas da região de Rioja, na Espanha, – o CRA Entrevalles e o IES Esteban Manuel Villegas de Nájera –, e duas escolas de Madri, a Estudio e o Colégio Hermanos Amorós. A Fundação SM promoveu a formação de professores e alunos desta última escola.

Para José María González, diretor de projetos da Fundação SM, “este projeto é um exemplo de boas práticas e de trabalho colaborativo e integrado, além de promover a valorização do patrimônio e o apoio às novas tecnologias. Um caso prático do conceito de Cidadania Global na perspectiva da ética do cuidado”.
A diretora global da Fundação SM, Mayte Ortiz, destaca a importância do intercâmbio entre alunos de diversos países e a ressalta a participação do Colégio Hermanos Amorós, que faz parte da rede de colégios marianistas.

O júri elogiou especialmente a metodologia do projeto. “Heritage Hubs forneceu uma metodologia robusta sobre educação patrimonial, implementada por muitas escolas. O treinamento foi fornecido aos parceiros do programa e muitos materiais foram criados, também em formato digital, para auxiliar na interação criativa com a comunidade em geral. Isso inclui uma combinação de experiências patrimoniais virtuais e presenciais, com narrativas transmídia e atividades multissensoriais. A abordagem educacional é baseada no conceito de aprender com o patrimônio, com participantes trocando sua própria herança com outros participantes, aprendendo com outras culturas e trocando experiências”.

Resumindo, o projeto contribui para que os estudantes superarem preconceitos culturais pré-existentes e aumentem o respeito e a curiosidade pela cultura e herança patrimonial dos demais países.

O Prêmio Patrimônio Europeu foi lançado pela Comissão Europeia em 2002 e, desde então, é gerido pela Europa Nostra, instituição que representa a sociedade civil europeia empenhada em preservar o patrimônio cultural. Os prêmios são apoiados pelo programa Europa Criativa da União Europeia.

No vídeo abaixo, um resumo de como foi a interação e a integração entre os estudantes de todos os países envolvidos no projeto (legendas em inglês).

Vem aí o 15º SIEI

Matéria 20/01/2022

Durante três dias, especialistas internacionais compartilharão reflexões e análises sobre educação para a cidadania global por meio de uma abordagem solidária e humanista. Dias 16, 17 e 18 de março de 2022. Totalmente online e gratuito.

Saiba mais

Por um 2022 com esperança

Matéria 20/12/2021

Encerramos 2021 desejando que em 2022 pratiquemos o esperançar: que estejamos juntos, juntas e juntes em prol de uma educação de qualidade para todas as crianças e jovens, pois juntos cuidamos da Educação.

Saiba mais

Fundação SM apoia Academia de Líderes Ubuntu

Matéria 17/12/2021

Na primeira edição digital do Ubuntu United Nations, com tema “Construir pontes: jovens pela unidade na diversidade”, entre os 600 jovens selecionados de 190 países, quatro são brasileiros: Anderson Pereira, Natália Cócolo, Thaise Temoteo e Vitoria Galvão.

Saiba mais

Fundação SM e OEI anunciam vencedores nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 14/12/2021

Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de São Paulo, vence com o projeto Aula Pública e os novos desafios com a pandemia da Covid-19, enquanto o Projeto UniFavela – semeando o ensino popular, da Associação Social UniFavela, do Rio de Janeiro, foi o vencedor na educação informal.

Saiba mais

Conheça os finalistas nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 13/12/2021

Este ano, o Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero recebeu 71 inscrições de instituições de ensino e de organizações da sociedade civil que desenvolveram projetos com foco na garantia do direito à saúde na sala de aula.

Saiba mais

Ver mais notícias