Voltar

María Baranda é a vencedora do XV Prêmio Ibero-Americano SM de Literatura Infantil e Juvenil

10 de setembro de 2019 Ouvir o texto

Porque “seus personagens retratam a complexidade humana com seu claro-escuro, acompanhando o leitor e reivindicando o lugar das crianças na sociedade”, o júri da décima quinta edição do Prêmio Ibero-Americano SM de Literatura Infantil e Juvenil, por unanimidade, a mexicana María Baranda como vencedora. A poeta, que além do reconhecimento receberá 30 mil dólares, é uma das mais destacadas representantes da literatura para crianças e jovens.

O júri desta edição  foi composto por Irma Ibarra, representante da Fundação SM; Rodrigo Morlesin, em nome do Escritório no México da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO; Luis Téllez, pelo International Board on Books for Young People – IBBY México; Héctor Zagal, em nome da Organização dos Estados Ibero-Americanos  – OE; e Adolfo Córdova, como representante do Centro Regional para el Fomento del Libro en América Latina y el Caribe – CERLALC, que destacou que “a autora empresta aos leitores palavras para nomear experiências difíceis da infância ”. Em ata, o júri do Prêmio SM destacou que “seu trabalho, com um amplo registro temático e execução precisa, foi consolidado ao longo de mais de trinta anos; e sua escrita, principalmente poética, faz da linguagem um espaço compartilhado para explorar o mundo interno e externo do leitor. ”

Além disso, “as imagens poéticas presentes em sua literatura transfiguram a realidade comum em um universo incrível; e sua estética reflete um compromisso com os leitores, oferecendo-lhes textos que os desafiam, expandindo as possibilidades de poesia escrita para crianças para além da lírica tradicional ”.

A cerimônia de entrega do Prêmio acontecerá  no dia 3 de dezembro, na 33ª Feira Internacional do Livro de Guadalajara.

Cidadania Global: uma visão plural e transformadora da sociedade e da escola

Matéria 16/11/2020

A educação é a pedra angular desta nova era; uma educação que deve ser pensada pelos próprios educadores, que eduque para ser e para conhecer. Isso significa ensinar a pesquisar, ou seja, desenvolver a “capacidade de pensar o que ninguém pensou antes”.

Saiba mais

Agenda: Educação para uma Cidadania Global Significativa

Matéria 16/11/2020

Confira os temas de todos os webinários e veja os principais destaques dos encontros que já ocorreram.

Saiba mais

Fundação SM lança programa de Educação para Cidadania Global

Matéria 22/10/2020

Fundação SM trabalha com as escolas para construir uma educação mais global, mais solidária, mais humana e mais inclusiva

Saiba mais

Fundação SM apoia programa de formação em Educação Integral na Bahia

Matéria 21/10/2020

Mais de 700 profissionais de educação do estado da Bahia começaram a participar de um programa de Formação em Fundamentos e Práticas da Educação Integral.

Saiba mais

Fundação SM apoia projeto em prol da alfabetização

Matéria 07/10/2020

“Um sonho feito de linhas” é uma obra inspirada nas histórias de mulheres reais e faz parte de movimento pela alfabetização de todas as crianças até os 7 anos de idade.

Saiba mais

Ver mais notícias