Voltar

Namei inicia atuação em encontro de municípios no Rio Grande do Norte

23 de fevereiro de 2018 Ouvir o texto

Um espaço para a reflexão e o debate sobre a educação. Respeito, desejo de ampliar o conhecimento, ansiedade e muita vontade de contribuir para a melhoria da educação pública. Lado a lado, especialistas de áreas diversas e gestores de oito municípios se comprometem com um processo de transformação positiva. Para alguns pode parecer algo utópico, mas foi exatamente sob essas condições que nasceu, oficialmente, o NAMEI – Núcleo de Apoio aos Municípios para a Educação Integral, um programa criado pela Fundação SM com o intuito de colaborar com a formação de gestores e professores para a implementação de programas de Educação Integral nos municípios brasileiros.

O evento em questão aconteceu em Bom Jesus, cidade localizada no Rio Grande do Norte, que acolheu, generosamente, seus vizinhos para o Encontro de Municípios da Região de Bom Jesus, e também realizou uma Jornada Pedagógica, nos dias 21 e 22 de fevereiro. “Nossos professores estão maravilhados e afirmam que esta foi a Jornada mais significativa de nossa rede. A Fundação SM tem contribuído relevantemente para a melhoria da formação dos professores de nossa rede de ensino”, diz Altemar Douglas, Secretário Municipal de Educação de Bom Jesus.

Primeira iniciativa do NAMEI em parceria com a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Educação de Bom Jesus, o encontro reuniu gestores e técnicos das cidades de João Câmara, Barcelona, Ipanguaçu, Senador Elói de Souza, Rio Do Fogo, São Tomé e Santa Maria, com a proposta de que  conhecessem e interpretassem os dados educacionais de seus municípios, focando na elaboração de uma agenda de trabalho com o objetivo de garantir a aprendizagem e permanência de todas as crianças e jovens na escola. “Para a Fundação SM, o encontro em Bom Jesus anuncia uma parceria bastante positiva entre o NAMEI e as Secretarias Municipais de Educação, para a colaboração na busca pela melhoria da qualidade da educação brasileira. Com o NAMEI, queremos atuar de forma mais próxima daqueles que cuidam da educação de nossas crianças e jovens diariamente: escolas, educadores e gestores”, explica Pilar Lacerda, Diretora da Fundação SM.

O programa pretende dar apoio técnico à gestão municipal para a formação de equipes e gestão de políticas de Educação Integral. Para isso, além de articular encontros entre o poder público e a comunidade escolar, o Núcleo de Apoio aos Municípios para a Educação Integral também convida especialistas e instituições parceiras a participarem das iniciativas. “Partimos do princípio de que a educação é um compromisso de todos e que em rede conseguimos realizar projetos mais aprofundados, com potencial de transformação e alcance bem maiores”, conclui Pilar Lacerda.

Além da Diretora da Fundação SM, participaram do encontro os especialistas Ítalo Dutra (Unicef), Anitta Gea (Conviva Educação), Carlos Eduardo Sanches (Instituto Natura), Cleuza Repulho (Fundação Lemann), Joana Gaiotto (Instituto Natura) e a arquiteta Beatriz Goulart. O evento também contou com o apoio do Centro de Referências em Educação Integral.

 

Vem aí o 15º SIEI

Matéria 20/01/2022

Durante três dias, especialistas internacionais compartilharão reflexões e análises sobre educação para a cidadania global por meio de uma abordagem solidária e humanista. Dias 16, 17 e 18 de março de 2022. Totalmente online e gratuito.

Saiba mais

Por um 2022 com esperança

Matéria 20/12/2021

Encerramos 2021 desejando que em 2022 pratiquemos o esperançar: que estejamos juntos, juntas e juntes em prol de uma educação de qualidade para todas as crianças e jovens, pois juntos cuidamos da Educação.

Saiba mais

Fundação SM apoia Academia de Líderes Ubuntu

Matéria 17/12/2021

Na primeira edição digital do Ubuntu United Nations, com tema “Construir pontes: jovens pela unidade na diversidade”, entre os 600 jovens selecionados de 190 países, quatro são brasileiros: Anderson Pereira, Natália Cócolo, Thaise Temoteo e Vitoria Galvão.

Saiba mais

Fundação SM e OEI anunciam vencedores nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 14/12/2021

Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de São Paulo, vence com o projeto Aula Pública e os novos desafios com a pandemia da Covid-19, enquanto o Projeto UniFavela – semeando o ensino popular, da Associação Social UniFavela, do Rio de Janeiro, foi o vencedor na educação informal.

Saiba mais

Conheça os finalistas nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 13/12/2021

Este ano, o Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero recebeu 71 inscrições de instituições de ensino e de organizações da sociedade civil que desenvolveram projetos com foco na garantia do direito à saúde na sala de aula.

Saiba mais

Ver mais notícias