Voltar

Nota pública – A Fundação SM está de luto

16 de março de 2018 Ouvir o texto

Ontem, 15 de março, as ruas voltaram a receber milhares de pessoas indignadas com o assassinato brutal da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco. Eleita com mais de 46 mil votos, ela era defensora dos direitos humanos, da igualdade e do respeito a mulheres, negros e moradores de favelas. Formada em Sociologia, Marielle cresceu no Complexo da Maré e frequentou escola pública.

Ontem, 15 de março, professores do município de São Paulo foram às ruas, somar suas reivindicações por melhores condições de trabalho e pela qualidade da educação à manifestação pública por Marielle.

Ontem, 15 de março, também foi o Dia da Escola. Mais do que uma data comemorativa, um dia para refletir e perseverar no movimento pela melhoria do ensino público.

A história de Marielle mostra que a educação é o caminho. Os milhares de jovens e de crianças habitantes de zonas de conflito, por quem a vereadora lutava, precisam ter seus direitos a boas condições de estudo e de aprendizagem assegurados. A luta de Marielle continuará viva em cada um deles, nos educadores e naqueles que dedicam o seu dia a dia à consolidação da garantia de oportunidades iguais para todos.

A Fundação SM repudia qualquer ato de violência que ameace a vida humana, com a intenção de calar a busca legítima por uma sociedade mais justa. Acreditamos que uma transformação positiva da realidade brasileira – hoje tão permeada pela desigualdade, pela miséria e pela injustiça – só será possível a partir da garantia do acesso à educação de qualidade para todos.

Garantia dos direitos à educação é tema do seminário Educação Integral em Debate

Matéria 20/10/2022

Educadoras(es) e especialistas discutem como a Educação Integral pode contribuir para garantir direitos diante dos impactos da pandemia nas comunidades escolares e territórios.

Saiba mais

IV Prêmio Educação em Direitos Humanos 'Oscar Arnulfo Romero' apresenta vencedores da etapa internacional

Matéria 04/10/2022

Projetos do Chile, Espanha, República Dominicana e Bolívia são os vencedores da etapa internacional do prêmio e foram anunciados no IV Seminário Ibero-Americano de Educação em Direitos Humanos, no Chile.

Saiba mais

Antonio Orlando Rodríguez é o vencedor do XVIII Prêmio Ibero-Americano SM de Literatura Infantil e Juvenil

Matéria 23/09/2022

O escritor cubano Antonio Orlando Rodríguez é reconhecido por sua trajetória e vence, por unanimidade, o Prêmio Ibero-Americano SM de Literatura Infantil e Juvenil em sua décima oitava edição.

Saiba mais

Fundação SM lança Pesquisa Jovens na Ibero-América

Matéria 22/09/2022

Evento no dia 22/09/22 vai revelar qual é a prioridade vital para mais de 90% dos jovens ibero-americanos, são suas preocupações, como eles se veem e por quais razões eles estão dispostos a emigrar.

Saiba mais

Pesquisa Juventudes no Brasil é tema de evento da Fundação Mudes

Matéria 19/09/2022

A Fundação Mudes completou 56 anos e, para celebrar, promoveu uma semana repleta de eventos voltados para jovens e educadores. O encerramento da semana de aniversário foi marcado pelo seminário “Encontro sobre Juventudes no Brasil”, que teve como tema central a Pesquisa Juventudes no Brasil.

Saiba mais

Ver mais notícias