Voltar

Nota pública – A Fundação SM está de luto

16 de março de 2018 Ouvir o texto

Ontem, 15 de março, as ruas voltaram a receber milhares de pessoas indignadas com o assassinato brutal da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco. Eleita com mais de 46 mil votos, ela era defensora dos direitos humanos, da igualdade e do respeito a mulheres, negros e moradores de favelas. Formada em Sociologia, Marielle cresceu no Complexo da Maré e frequentou escola pública.

Ontem, 15 de março, professores do município de São Paulo foram às ruas, somar suas reivindicações por melhores condições de trabalho e pela qualidade da educação à manifestação pública por Marielle.

Ontem, 15 de março, também foi o Dia da Escola. Mais do que uma data comemorativa, um dia para refletir e perseverar no movimento pela melhoria do ensino público.

A história de Marielle mostra que a educação é o caminho. Os milhares de jovens e de crianças habitantes de zonas de conflito, por quem a vereadora lutava, precisam ter seus direitos a boas condições de estudo e de aprendizagem assegurados. A luta de Marielle continuará viva em cada um deles, nos educadores e naqueles que dedicam o seu dia a dia à consolidação da garantia de oportunidades iguais para todos.

A Fundação SM repudia qualquer ato de violência que ameace a vida humana, com a intenção de calar a busca legítima por uma sociedade mais justa. Acreditamos que uma transformação positiva da realidade brasileira – hoje tão permeada pela desigualdade, pela miséria e pela injustiça – só será possível a partir da garantia do acesso à educação de qualidade para todos.

SIEI México discute a educação no contexto atual

Matéria 13/04/2021

Ao longo de três dias, especialistas de diversos países refletirão sobre os desafios enfrentados pela educação no contexto atual, fazendo uma ponte entre as lições deixadas pela pandemia e a necessidade de uma mudança de paradigma na educação para um futuro promissor.

Saiba mais

Tecnologia com propósito em prol da cidadania global

Matéria 12/04/2021

A pandemia e o fechamento das escolas nos mostraram que o ensino remoto não foi equitativo – pelo contrário, ampliou ainda mais as desigualdades. A tecnologia é um amplificador, melhorando o que funciona bem, mas piorando o que funciona de forma regular. Neste webinário, especialistas apontam iniciativas para mudar essa realidade.

Saiba mais

Geração Go para educadores

Matéria 22/03/2021

Formação para educadores e educadoras que atuam dentro da sala de aula e que desejam formar cidadãos capazes e compreender os problemas globais e atuar de forma colaborativa para a resolvê-los.

Saiba mais

Geração Go para jovens

Matéria 22/03/2021

Os jovens da Geração Go são aqueles que estão sendo educados para a cidadania global na perspectiva da ética do cuidado e que vão enfrentar novos desafios.

Saiba mais

Conheça o Geração Go da Fundação SM

Matéria 22/03/2021

Um programa internacional que vai reunir educadores e jovens de nove países ibero-americanos nos quais a Fundação SM está presente. O objetivo é formar cidadãos capazes e compreender os problemas globais e atuar de forma colaborativa para a resolvê-los.

Saiba mais

Ver mais notícias