Voltar

Programa Myra abre inscrições para voluntários de São Paulo

1 de março de 2018 Ouvir o texto

Já pensou em doar um pouquinho do seu tempo para melhorar a qualidade da Educação? O Programa Myra está com inscrições abertas para voluntários que tenham interesse em ler com uma criança no ambiente escolar.

Uma iniciativa da Fundação SM, com apoio técnico da Comunidade Educativa CEDAC, o Myra é um programa de fomento à leitura que visa apoiar o aprimoramento das competências leitoras de estudantes de escolas públicas brasileiras. Na prática, o projeto promove encontros semanais, com uma hora de duração, em que um voluntário-tutor e uma criança realizam atividades em torno da leitura.

O Programa, que iniciou suas atividades em 2016, com duas escolas e voluntários do corpo de funcionários da SM, inaugura uma nova etapa. Em 2018, quatro escolas vão implementar o Myra, com o apoio de uma ampla rede de voluntários do município de São Paulo, incluindo estudantes do ensino médio e universitários.

“A ampliação do Programa Myra para novas escolas e voluntários permitirá que um número maior de crianças se aproxime da leitura, estabelecendo uma relação positiva, de afetividade. Com isso, estamos atuando para o desenvolvimento integral de meninos e meninas, juntos com voluntários, escolas, educadores e famílias. Gostar de ler causa sempre um impacto positivo sobre a aprendizagem e o desempenho escolar dos estudantes”, Pilar Lacerda, Diretora da Fundação SM.

Para ser um voluntário Myra é preciso saber ler em português, ter disponibilidade e vontade de acompanhar a evolução escolar de uma criança. O processo de inscrição é gratuito, rápido e online. Recomendamos que antes de preencher a ficha de inscrição, o interessado leia o texto “O que é preciso para ser um voluntário Myra”.

 

Sobre o Myra

Inspirado no projeto catalão Lecxit, da Fundação Jaume Bofill, o Programa pretende contribuir para melhorar cada vez mais a compreensão e o desempenho leitor de estudantes, de 4º a 6º anos, do ensino fundamental, de escolas públicas brasileiras, a partir do estímulo à atuação conjunta da escola, de voluntários e da família. Os alicerces do Myra estão fundamentados na ideia de que a leitura é um direito de todos e via de acesso aos bens culturais contruídos pela humanidade, cabendo a toda sociedade garantir às crianças as condições de entrada no universo da leitura.

De origem Tupi, myra remete aos vocábulos gente, pessoas, grupo, e concentra valores fundamentais para o programa, como integração, coletividade, relações, desenvolvimento e horizontes.

 Venha fazer parte da nossa rede de #VOLUNTÁRIOS pela leitura!

#MYRAJUNTOSPELA LEITURA

 

Inscrições de Voluntários do Programa Myra 2018

Data: até 16 de março de 2018

Informações: programamyra/material/voluntario

Ficha de inscrição: http://programamyra.org/gestao/inscricao

Vem aí o 15º SIEI

Matéria 20/01/2022

Durante três dias, especialistas internacionais compartilharão reflexões e análises sobre educação para a cidadania global por meio de uma abordagem solidária e humanista. Dias 16, 17 e 18 de março de 2022. Totalmente online e gratuito.

Saiba mais

Por um 2022 com esperança

Matéria 20/12/2021

Encerramos 2021 desejando que em 2022 pratiquemos o esperançar: que estejamos juntos, juntas e juntes em prol de uma educação de qualidade para todas as crianças e jovens, pois juntos cuidamos da Educação.

Saiba mais

Fundação SM apoia Academia de Líderes Ubuntu

Matéria 17/12/2021

Na primeira edição digital do Ubuntu United Nations, com tema “Construir pontes: jovens pela unidade na diversidade”, entre os 600 jovens selecionados de 190 países, quatro são brasileiros: Anderson Pereira, Natália Cócolo, Thaise Temoteo e Vitoria Galvão.

Saiba mais

Fundação SM e OEI anunciam vencedores nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 14/12/2021

Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de São Paulo, vence com o projeto Aula Pública e os novos desafios com a pandemia da Covid-19, enquanto o Projeto UniFavela – semeando o ensino popular, da Associação Social UniFavela, do Rio de Janeiro, foi o vencedor na educação informal.

Saiba mais

Conheça os finalistas nacionais do Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

Matéria 13/12/2021

Este ano, o Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero recebeu 71 inscrições de instituições de ensino e de organizações da sociedade civil que desenvolveram projetos com foco na garantia do direito à saúde na sala de aula.

Saiba mais

Ver mais notícias